Gasolina no Nordeste chega a R$ 4,633 em março

Cena de posto de gasolina, em Fortaleza

Conforme estudo da ValeCard, valor está abaixo da média brasileira, registrada em 4,653

Sob o impacto das primeiras semanas do novo coronavírus em solo brasileiro, o preço médio da gasolina comum registrado na região Nordeste foi de R$ 4,633, a segunda mais barata do país. Os dados, coletados na primeira quinzena de março, são menores que a média brasileira: R$ 4,653. É destaque a variação de preços entre os estados que compõem a região: enquanto o Piauí fechou o período com média de R$ 4,766, a mais alta, a Paraíba cobrou o menor valor: o litro custou, em média, R$ 4,409 para os motoristas do estado.

Conforme levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas, cinco estados nordestinos estiveram acima da média nacional. Além do Piauí, a gasolina esteve mais cara em Sergipe (R$ 4,755), Alagoas (R$ 4,718), Ceará (R$ 4,689) e Bahia (R$ 4,657).

Obtidos por meio do registro das transações realizadas na primeira quinzena de março com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que Rio de Janeiro e Belém têm os preços mais altos entre as capitais – R$ 5,078 e R$ 5,027, respectivamente. As capitais com preços mais baixos são Curitiba (R$ 4,231) e João Pessoa (R$ 4,245).

No Nordeste, a Paraíba apresenta o preço médio mais baixo (R$ 4,409). Já Piauí tem o valor mais alto (R$ 4,766).  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *