Cruze Midnight: sedan que se garante no visual e surpreende na performance

Cruze Midnight: visual agressivo

Os sedans já foram objeto de desejo dos brasileiros, mas hoje os SUVs estão no topo da preferência das famílias. Vou mostrar para vocês o teste que fiz com um belo exemplar de sedan que vale a pena considerar como opção para sua garagem: o Cruze em sua versão Midnight (ANDRÉ MARINHO – JORNALISTA)

Testei o Cruze durante dez dias

A Chevrolet lançou a versão em janeiro deste ano. Meu teste de dez dias com o carro deixou claro que o público nas ruas adorou o visual agressivo em black do sedan Cruze. Muita gente, mas muita mesmo, me parou no trânsito pra perguntar detalhes do sedan preto que não passa despercebido.

Detalhes pretos e cromados, com o Turbo em vermelho

Esta versão Midnight está entre a versão LT e LTZ. Ou seja ela é intermediária, mas tem bom nível de equipamentos de série que você deve considerar se quiser um bom sedan.

O motor é o já conhecido, testado e aprovado, 1.4 turbo flex de até 153 cavalos de potência e transmissão automática de 6 velocidades. Torque de 24,5 kgfm. Quer saber do consumo, né? Vou detalhar aqui. Abastecido com gasolina, o Cruze Midnight ficou entre 14 e 15 km/l com dois ocupantes. Já com etanol, esse número caiu para 10,2 km/l.

Cruze: teste revelou que o sedan é boa opção

O Cruze já vem bem equipado em todas suas versões. A versão de entrada LT tem um pacote muito parecido com a Midnight, vindo com seis airbags, alerta de pressão dos pneus, controle de tração e estabilidade, faróis e lanterna de neblina, sensor de estacionamento, assistente de partida em rampas e câmera de ré.

Vem ainda com ar-condicionado, piloto automático, direção elétrica progressiva, volante multifuncional com revestimento premium, bancos em couro, MyLink de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, OnStar, entre outros.

Os itens adicionais da versão Midnight incluem o acabamento diferenciado e escurecido, as rodas exclusivas (mas de mesmo tamanho) e a chave eletrônica, que permite abrir as portas e ligar o carro com mais facilidade. Gostei.

Cruze Midnight chama atenção

No design externo, o carro tem a gravata da marca com fundo preto, moldura em cromo escurecido na divisão das duas entradas de ar, faróis com máscara negra e luz de condução diurna em LED e o logo da versão na parte inferior da porta dianteira.

Como novidades, o Cruze Midnight incorporou rodas de 17 polegadas diamantadas em dois tons e mais opções de cor para a carroceria. Além do convencional preto Ouro Negro, ele também está disponível em Azul Eclipse e Cinza Satin Steel.

Traseira da versão Midnight

No interior do sedan, acabamento escurecido por todos os lados, até mesmo no teto. O acabamento é soft touch em partes das portas e no painel, mas o resto é em plástico (bem encaixado e sem rebarbas). No geral, também aprovei.

Rodas de 17″ do sedan Midnight

Vamos agora a avaliação do desempenho do carro. O modelo cedido pela marca não tinha qualquer dificuldade em arrancadas ou ultrapassagens. Isso dá mais segurança ao rodar por estradas de pista simples. Motor 1.4 turbo com essa configuração e casamento com câmbio de 6 velocidades me agradou bastante na cidade e nas ultrapassagens.

Frente do Cruze Midnight

Conclusão – Se você estiver cansado dos SUVs e quiser investir em um sedan bonito, espaço, com bom porta malas, bom desempenho e consumo baixo de combustível, pense nessa versão do Cruze. Ele é para quem gosta de dirigir. Também gostei da estabilidade nas curvas. Faça um teste e avalie por sim mesmo que tenho certeza que vai adorar.

FICHA TÉCNICA

Motor – 1.4 turbo flex

Potência (cv) – 150 (G) e 153 (E)

Torque (kgfm) – 24 (G) e 24,5 (E)

0 a 100 km/h – 9 secs

Velo max – 214 km/h

Peso – 1.321 kg

Tanque 52 litros

Porta-malas – 440 litros

Medidas

Comprimento – 4,66 m

Largura – 1,80 m

Altura – 1,48 m

Entre-eixos – 2,70 m

Preço: Chevrolet Cruze Midnight – R$ 139.950 (Maio 2022)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *